6 de jan de 2013

Produção independente

 Bem, como vocês já sabem, no ano de 2010 fiz a minha estréia no pornô, depois de ter participado e vencido o concurso da Sexxxy. Mas eu não dei muita sorte. Peguei o mercado já em crise e de lá pra cá as coisas só pioraram (fiz ao todo uns 5 trabalhos). As produtoras culpam a pirataria e a internet, mas eu acho que isso é apenas parte do problema. Na minha opinião, as empresas desse segmento não evoluíram, não se prepararam para uma nova forma de venda/consumo de sexo. Os seus sites sempre foram fracos e nunca promoveram interação – o que poderia fidelizar o público. Além disso, as produtoras sempre fizerem questão de não serem transparentes. Agiam e continuam agindo como se precisassem guardar a 7 chaves tudo relacionado a pornô (estou me referindo do processo de produção, elenco, etc). E isso, sem dúvida, deixa o consumidor muito distante e sem, digamos que, compromisso com as marcas. 
 
 
Enfim, ao notar que não daria certo trabalhar com pornô, voltei para o mercado que eu já fazia parte (Telecom – sim, eu trabalho como boa parte das pessoas, tenho carteira assinada, cumpro horário, etc). Tentei e venho tentando conciliar o meu tempo para realizar produções independentes. Confesso que é muito complicado. Porque, além do trabalho, milhões de outras coisas acontecem no dia-a-dia. Em 2012 consegui produzir apenas 4 cenas, as quais ainda nem coloquei em meu site e aqui compartilho algumas fotos. Creio que – se tudo der certo – em 2013 será diferente. Eu terceirizei a programação do meu site, ficarei apenas com as produções e administração dos blog’s e redes sociais; acho que isso vai facilitar um bocado. A ideia é gravar a partir de fevereiro, pelo menos, duas cenas por mês. Sempre com uma pegada amadora e com garotas que ainda não fizeram pornô. Então, pra finalizar, deixo aqui um convite a todas as garotas (que tenham um corpo legal), maiores de idade e que sejam do Rio para experimentar a sensação de ser uma atriz pornô por um dia. Você pode gravar usando máscara, ok? Se estiver essa curiosidade, escreva para: contato@bradmontana.com




Beijos e Abraços
Brad Montana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.